PT | EN | LGP

ACESSO GRATUITO | FREE ACCESS

Enquadramento

O Imaginarius – Festival Internacional de Teatro de Rua de Santa Maria da Feira apresenta um percurso extraordinário, alcançando, em 2019, a sua 19ª edição, e um posicionamento de destaque enquanto maior evento de Artes de Rua realizado em Portugal. Esta relevância faz do Festival Imaginarius o primeiro local de contacto e difusão nacional das artes de rua mais atuais, mais provocadoras e mais aliciantes do panorama nacional e internacional. A este destaque associa-se uma responsabilidade e compromisso acrescidos para com os artistas, a comunidade e os públicos.
A maturidade artística que o Festival trouxe a este território permite-lhe olhar para a relação da arte com o espaço público de uma forma mais atenta e estratégica. Tendo em perspetiva a memória do Festival ao longo de quase duas décadas, torna-se cada vez mais claro que, mais do que um evento, o Imaginarius está a transformar-se num lugar. Um lugar que se estende no tempo e no espaço, que cruza fronteiras e une territórios.
Estende-se no tempo e no espaço, garantindo um ciclo contínuo de criação artística suportado em residências, conversas e ações de capacitação alicerçadas no Imaginarius Centro de Criação e alargadas ao conjunto de equipamentos culturais e espaços públicos do território. Desenvolve uma ligação ativa às comunidades de artistas, de estudantes, mas também de educadores e de moradores, num contexto cada vez mais diferenciador, gerador de oportunidades de experimentação, aprendizagem, reflexão e participação.
Cruza fronteiras, desenvolvendo ações que promovem a acessibilidade social, intelectual e física destas comunidades aos conteúdos e aos espaços. Une territórios, trabalhando para a descentralização, articulando-se em redes e parcerias locais, nacionais e internacionais.
Com um respeito cada vez maior pela comunidade e pelo território que o acolhe e o desafia, o Festival é um momento de celebração cultural e artística que intersecta o universo local, nacional e internacional. A esta transição espacial e territorial adiciona-se, nesta edição, o foco especial na transição temporal e do real/ficção, olhando para a Memória como elo de ligação entre o passado, o presente e o futuro, mas também entre o real e o imaginado.

Enquadramento 1 NÚMEROS DO FESTIVAL

3 dias

MAIS DE 300 artistas

17 países

alemanha, argentina, áustria, bélgica, espanha, finlândia, frança, Holanda, irlanda, itália, marrocos, portugal, reino unido, rússia, sérvia, suiça, turquia

37 companhias ou projetos artísticos
40 espetáculos/intervenções
6 residências artísticas
7 criações imaginarius
2 instalações de arte pública
3 Workshops
11 estreias absolutas
24 estreias nacionais
195 apresentações ou intervenções artísticas
MAIS DE 170 horas de conteúdos de programação